Considerações sobre legibilidade para tabela nutricional

O papel da tipografia no acesso à informação por pessoas idosas com baixa visão

Autores

  • Christopher Hammerschmidt Universidade Federal do Paraná
  • Carla Galvão Spinillo Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.51358/id.v18i2.927

Resumo

Este artigo tem por objetivo identificar recomendações de legibilidade voltadas a pessoas idosas com baixa visão, para analisar como o design da informação se aplica às normas de formatação da tabela nutricional conforme a legislação brasileira sobre o assunto. Dado o atual cenário de saúde pública do país, com números crescentes de obesidade e sobrepeso, a rotulagem nutricional pode desempenhar um importante papel na orientação de escolhas nutricionais mais saudáveis. A população idosa se mostra relevante nesse cenário, pelas tendências de crescimento para as próximas décadas. Considerando-se que o envelhecimento está frequentemente associado a degenerações da visão, selecionaram-se recomendações de legibilidade que incluíssem as necessidades de leitores idosos e com baixa visão. A análise comparativa dessas recomendações com os itens encontrados na legislação brasileira sobre a formatação da tabela nutricional apresentou concordâncias em alguns pontos e desvios em outros. Em geral, notou-se que os textos legais contemplam aspectos de design da informação e defende-se que pesquisas sobre legibilidade voltadas à tabela nutricional são relevantes para considerar o acesso à informação por pessoas idosas e com baixa visão.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Christopher Hammerschmidt, Universidade Federal do Paraná

Mestre e doutorando pelo Programa de Pós-Graduação em Design da Universidade Federal do Paraná. Possui graduação no curso superior de Tecnologia em Artes Gráficas pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná. Atua como designer gráfico, designer de tipos, calígrafo e professor, com experiência nas áreas de pré-impressão e finalização de arquivos para os processos de impressão flexográfica e offset; criação de peças gráficas tanto para mídias impressas quanto digitais; editoração eletrônica e desenvolvimento de projetos gráficos para livros e periódicos científicos; docência universitária em cursos de graduação (UTFPR e UNICURITIBA) e pós-graduação lato sensu (Universidade Positivo); desenvolvimento de fontes tipográficas digitais; personalização de materiais diversos em caligrafia e lettering.

Carla Galvão Spinillo, Universidade Federal do Paraná

Professora do Programa de Pós-Graduação em Design/Departamento de Design da Universidade Federal do Paraná. Coordenadora do LabDSI – Laboratório de Design de Sistemas de Informação/UFPR.

Downloads

Publicado

2021-10-18

Como Citar

Hammerschmidt, C., & Spinillo, C. G. (2021). Considerações sobre legibilidade para tabela nutricional: O papel da tipografia no acesso à informação por pessoas idosas com baixa visão. InfoDesign - Revista Brasileira De Design Da Informação, 18(2). https://doi.org/10.51358/id.v18i2.927