Uso de mapas semânticos no processo de naming – Uma abordagem estratégica em um estudo de caso aplicado

Michel Refatti, Michela Cristiane França Goulart, Mônica Stein, Eugenio Andres Diaz Merino

Resumo


Naming é o processo de criação e desenvolvimento de nomes. É uma atividade complexa que requer sonoridade, criatividade e pertinência semântica em relação ao produto, ou serviço, em questão. O processo de Naming necessita propor uma solução única e diferenciadora, podendo haver dificuldade em casos em que nomes similares já tenham sido utilizados. Dessa forma, criatividade é um elemento fundamental, bem como o uso de métodos e ferramentas que contribuam para que esse processo ocorra. Nesse sentido, este artigo demonstra a aplicabilidade de mapas semânticos como possibilidade inovadora no processo de naming, em um estudo de caso da marca Buenna. Ao final, são apresentados os resultados dos mapas enquanto ferramentas estratégicas potenciais de Gestão da Informação Aplicada, contribuindo para o âmbito das áreas de Gestão de Design e Publicidade.


Palavras-chave


Naming; Processo Criativo; Mapas semânticos; Gestão da Informação; Gestão de Design.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.