Técnicas de mapeamento aplicadas ao estudo da epigrafia arquitetônica paulistana

Priscila Lena Farias, Anna P. S. Gouveia, André L. T. Pereira, Haroldo Gallo, Patrícia S. Gatto

Resumo


Este artigo apresenta resultados de pesquisa sobre elementos tipográficos presentes nos edifícios do centro histórico da cidade de São Paulo. Utilizando-se uma metodologia de mapeamento, mostra-se que, com basenas informações encontradas em determinadas inscrições nas fachadas dos edifícios, podem-se inferir padrões e direcionamentos de ocupação dessa área, ainda pouco identificados, principalmente no que se refere à autoria de projeto e execução da obra, assim como das respectivas datas. Embora muitos prédios façam parte do patrimônio histórico, os arquivos de tombamento carecem de algumas dessas informações. Muitas delas podem ser encontradas nas epígrafes arquitetônicas. Definidas como assinaturas, registros públicos e perenes de autoria de projeto ou construção, as epígrafes podem ser também analisadas como um exemplo sutil de design visual aplicado à paisagem urbana.

[ Download ]


Palavras-chave


tipografia; arquitetura; mapeamento

Apontamentos

  • Não há apontamentos.