A imagem como veículo de acesso à informação em objetos de aprendizagem para deficientes visuais

Dominique Leite Adam, Claudia Mara Scudelari de Macedo

Resumo


A acessibilidade em objetos de aprendizagem para pessoas com deficiência visual pode ser atingida por intermédio de tecnologias assistivas como a audiodescrição, porém até que ponto as imagens podem ser descritas mantendo sua essência e facilitando a aquisição da informação? O objetivo desse artigo é analisar quatro imagens estáticas pertencentes a objetos de aprendizagem de Ciências Naturais do Ensino Fundamental comparando com a análise de quatro imagens hápticas correspondentes, abordando as características gráficas de uma imagem de acordo com as variáveis gráficas de Bertin (1986) associando com os elementos morfológicos primitivos (HORN, 1998) e com as diretrizes de criação de objetos de aprendizagem acessíveis, com foco em imagens estáticas propostos por Macedo (2010), com a intensão de relatar a acessibilidade de imagens estáticas presentes em objetos de aprendizagem digitais para de ensino para pessoas com deficiência visual. Com esta análise foi possível observar que as imagens estáticas analisadas pertencentes Portal do Professor - MEC não possuem elementos gráficos com características acessíveis, e as imagens hápticas do TGIL - Tactile Graphic Image Library apesar de conterem elementos acessíveis, a relação entre texto e elementos gráficos mostrou-se ineficiente.

Palavras-chave


análise gráfica; imagem; objeto de aprendizagem

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.