A contribuição da psicologia cognitiva para o design de instruções de procedimentos cognitivos, recomendações do design, instruções de procedimentos, trabalhos técnicos

Franck Ganier

Resumo


Este trabalho objetiva demonstrar como a psicologia cognitiva pode ajudar escritores de assuntos técnicos a melhorar o design das instruções de procedimentos. Para tanto, a primeira parte do trabalho compara as características destas instruções a outros tipos de texto. Tais características referem-se a seu objetivo pragmático, à complexidade de uso (com o mecanismo de interação do usuário - documento) e restrições quanto à eficiência. A segunda parte apresenta as considerações teóricas e os resultados da pesquisa no que se referem aos processos cognitivos humanos implicados no processamento deste tipo específico de informação, tais como propósitos de leitura, compreensão, programa de ação, inferências. Com base nestas características, a terceira parte deste trabalho propõe soluções de design que possam vir a melhorar a qualidade das instruções de procedimentos, tais como “a introdução de fotos no texto, para auxiliar a elaboração de modelos mentais”, “obediência a um princípio de uso-pedido, para melhorar o programa de ação”, “uso de lista de instruções numeradas, para facilitar a troca de atividades e reduzir a carga cognitiva” e” uso de cabeçalhos ou fotos, para ajudar na execução de atividades controladas”. E, por fim, a conclusão, onde se considera a necessidade de um teste de usuário na complementação destas recomendações a fim de se obter uma documentação de qualidade.

 

[ Download ]


Palavras-chave


design; psicologia

Apontamentos

  • Não há apontamentos.