O que pensam os designers especialistas? Avaliação heurística de um manual de instrução inclusivo para indivíduos com deficiência auditiva.

Autores

  • Camila Medina Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Universidade Estadual Paulista Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo https://orcid.org/0000-0002-9802-9965
  • Cassia Leticia Carrara Domiciano Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Universidade Estadual Paulista https://orcid.org/0000-0001-6497-2210
  • Deborah Viviane Ferrari Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.51358/id.v18i1.834

Palavras-chave:

Design da Informação, Design Gráfico Inclusivo, Avaliação Heurística, Manual de Instrução, Auxiliares de audição

Resumo

A avaliação heurística é um método de inspeção realizado por especialistas com o objetivo de identificar problemas em uma interface, pautada em anseios e necessidades do usuário. É baseada em conhecimento prático e experiência cotidiana continuada e que pode ser aplicada à mídia impressa. Dessa forma, o objetivo desse estudo foi avaliar, sob a ótica do design, um manual de prótese auditiva, previamente analisado por fonoaudiólogos, elaborado de acordo com princípios do Design Gráfico Inclusivo e do Design da Informação. Participaram dessa avaliação 5 designers experientes, de acordo com três fases: 1) preparação; 2) coleta de dados e interpretação e 3) consolidação e relato dos resultados. A avaliação contou com um questionário online, com questões relativas ao design de cada página do manual e 5 questões sobre os parâmetros norteadores para a construção do manual. Os resultados demonstram que a nota média obtida pelas páginas do manual foi de 3,7 (em escala de um a cinco), considerando-o “eficiente”. De acordo com a avaliação dos parâmetros, a média foi de 7 (em escala de um a dez), a organização das informações obteve nota 7,4, a tipografia, 6,6, o layout 7 e as ilustrações 6. A qualidade geral do manual foi classificada com média de 7,6. Assim, alguns comentários foram de grande valia e resultaram em alterações no projeto, especialmente em relação à tipografia e organização das informações. Avaliações dessa natureza demonstram a necessidade de investigação de aspectos referentes ao design gráfico junto a profissionais com experiência prática e acadêmica para detectar possíveis falhas no projeto.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Medina, Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Universidade Estadual Paulista Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo

Possui graduação em Desenho Industrial, com ênfase em Programação Visual pela Universidade Estadual Paulista - UNESP (2003). Mestre em Ciências no Programa de Fonoaudiologia pela Faculdade de Odontologia de Bauru - USP (2017). Estudante de Doutorado em Design pela Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação -UNESP (desde 2018). Atua como designer da Faculdade de Odontologia de Bauru - USP desde 2006. Tem experiência na área de design gráfico, da informação e inclusivo. Participa de diversos projetos para elaboração de materiais gráficos instrucionais na área da Educação.

Cassia Leticia Carrara Domiciano, Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Universidade Estadual Paulista

Livre Docente em Design Gráfico e Editorial pela Unesp (2020); Doutora em Estudos da Criança - Comunicação Visual e Expressão Plástica pela Universidade do Minho, Portugal (2009); Mestre em Desenho Industrial pelo Projeto Arte e Sociedade(1998) e Graduada em Desenho Industrial - Programação Visual (1993), ambos títulos pela UNESP - Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. É professora efetiva da UNESP, campus de Bauru, ministrando aulas para o curso de Design desde 1995. Integra desde 2013 o corpo docente do programa de Pós-graduação em Design da UNESP (nota Capes 6), onde ministra disciplinas e orienta projetos na área de Planejamento de Produtos. Tem experiência na área de Design Gráfico, com ênfase em Produção Gráfica e Projetos, atuando principalmente nos seguintes temas: projetos em design gráfico, identidade visual, design editorial impresso e digital, livros infantis e pré-livros, design gráfico inclusivo. Coordena desde 2001 o laboratório de design gráfico (pesquisa e extensão) Inky Design e é co-lider do grupo de pesquisa "Design Gráfico Inclusivo: visão, audição e linguagem". Atualmente ocupa a chefia do Departamento de Design da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação da Unesp, campus de Bauru.

Deborah Viviane Ferrari, Faculdade de Odontologia de Bauru da Universidade de São Paulo

Graduada em Fonoaudiologia pela Faculdade de Odontologia de Bauru - Universidade de São Paulo (1995). Mestre em Distúrbios da Comunicação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1999). Doutora em Neurociências e Comportamento pelo Instituto de Psicologia - Universidade de São Paulo (2003). Bolsista do CNPq Doutorado Sanduiche - Department of Communication Disorders, University of Minnesotta - EUA (2001-2002). Livre docente em Fonoaudiologia - Faculdade de Odontologia de Bauru - USP (2014). Foi docente do Curso de Fonoaudiologia da Universidade Paulista (1997-2003). Atuou como Fonoaudióloga Pesquisadora do Centro de Pesquisas Audiológicas - Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais USP de 1996 a 2006. É docente do Departamento de Fonoaudiologia da Faculdade de Odontologia de Bauru USP desde 2002. É orientadora cadastrada no Programa de Pós Graduação em Fonoaudiologia - Mestrado e Doutorado da FOB - USP. Coordenadora do Setor de Tecnologia Educacional da FOB-USP. Presidente da Comissão de Relações Internacionais - FOB/USP. Membro suplente do Conselho Deliberativo do Hospital de Reabilitação de Anomalias Craniofaciais/USP. Membro do Conselho Consultivo do Ida Institute (Dinamarca). Tem experiência na área de Fonoaudiologia, com ênfase em Audiologia, atuando principalmente nos seguintes temas: dispositivos eletrönicos aplicados à surdez, telessaúde, educação a distância.

Downloads

Publicado

2021-06-18

Como Citar

Medina, C., Domiciano, C. L. C., & Ferrari, D. V. (2021). O que pensam os designers especialistas? Avaliação heurística de um manual de instrução inclusivo para indivíduos com deficiência auditiva. InfoDesign - Revista Brasileira De Design Da Informação, 18(1). https://doi.org/10.51358/id.v18i1.834