A representação gráfica de modelos conceituais de jogos sérios | Graphic representation of conceptual model of serious games

Autores

DOI:

https://doi.org/10.51358/id.v17i3.840

Palavras-chave:

design da informação, modelos, framework

Resumo

Um modelo serve como um artefato que auxilia e guia o pensar para a tomada e justificativa de decisões relativas a um problema específico. Portanto, a representação gráfica destes modelos pode colaborar na compreensão do modelo.  Este artigo analisa o design da informação de alguns modelos conceituais de jogos sérios para avaliar sua qualidade gráfica. Para tanto, foi realizada uma revisão sistemática de literatura em busca de modelos que auxiliassem no design e desenvolvimento de jogos sérios. Este artigo discute o design da informação destes modelos juntamente com a análise de seu conteúdo. Os resultados sugerem que a qualidade gráfica destes modelos é baixa o que dificulta explorar todos os recursos do modelo.

*****

A model works as an artifact that assists and guides thinking in making and justifying decisions related to a specific problem. Therefore, the graphic representation of these models can contribute to the understanding of the model. This article analyses the information design of some conceptual models of serious games to evaluate their graphic quality. To this end, a systematic literature review was carried out in search of models that would assist in the design and development of serious games. This paper presents the classification of graphic language by the Twyman matrix and discuss the graphic elements together with the content analysis of the model. The results suggest that the graphic quality of these models is low, which makes it difficult to explore all the features of the model.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2020-12-31

Como Citar

Fadel, L. M., & Stofella, A. (2020). A representação gráfica de modelos conceituais de jogos sérios | Graphic representation of conceptual model of serious games. InfoDesign - Revista Brasileira De Design Da Informação, 17(3), 1–21. https://doi.org/10.51358/id.v17i3.840